O lugar identitário: circulações e narrativas na significação do ambiente urbano

Rodrigo de Azambuja Brod 
Jane Márcia Mazzarino (orientadora)
Centro Universitário UNIVATES, Ago. 2014  


Tenho a sorte de poder dizer que minha dissertação de mestrado foi uma das coisas mais bonitas que já escrevi. Possibilidade que me foi concedida pela abertura para uma pesquisa sensível no programa de Mestrado em Ambiente e Desenvolvimento da Univates, pela parceria e amizade com a minha orientadora e pelos belíssimos encontros que a pesquisa me proporcionou. 






Resumo ¶ Este trabalho tem como objetivo principal compreender os processos de significação dos espaços públicos no ambiente urbano a partir de quem os vivencia e, também, como esse processo engendra a construção do que aqui serão conceituados como lugares identitários, tomando em análise o recorte de um grupo de nove pessoas que possui laços afetivos com o centro da cidade de Porto Alegre. Como objetivos específicos, buscou-se apreender e identificar um sistema de leitura dessa referida construção identitária, bem como contribuir com possíveis alternativas metodológicas para o estudo das relações e tensões entre a edificação dos espaços públicos e sua apropriação afetiva pelas pessoas. A proposta metodológica, por sua vez, partiu de uma pesquisa bibliográfica que provocou o surgimento da construção teórica que originou os conceitos de lugar identitário, circulante e narrativa, levados a campo através de um método aberto de delineamento qualitativo-exploratório com viés antropológico-etnográfico, que inseriu o pesquisador no ambiente, buscando apreender as dimensões afetivas e subjetivas da relação de cada pessoa com o seu lugar, através de derivas e circulações com os informantes pela cidade. Esse conjunto de experiências foi registrado em áudio e fotografias, constituindo uma amostra informacional das narrativas presentes na relação dos circulantes com o ambiente urbano, possibilitando, ao final do trabalho, a síntese de três conceitos nomeados de posição-referência, histórico-relacional e uso-prática, utilizados como contextos de um sistema de leitura que pressupõe a decodificação livre dos espaços que emergem dessa geografia afetiva, formando uma proposta de legibilidade complexa, sensível e subjetiva da construção identitária dos lugares inscritos no ambiente urbano das cidades. ¶ Palavras-chave: Ambiente urbano, identidade, lugar, derivas, narrativas. 

 Texto na íntegra


Abstract
This work aims to understand the processes of public spaces signification in the urban environment by those who experience them. The process which engenders the construction of what will be conceptualized here as identitary places takes under consideration the clipping of a group of nine people who have emotional ties with the center of the city of Porto Alegre. As specific objectives, it was sought to identify and apprehend a reading system of this identity construction, as well as contribute to possible methodological alternatives for the study of the relationships and tensions between the construction of public spaces and their affective appropriation by people. The methodological approach was based on a literature review that led to the emergence of the theoretical construct originating the concepts of the identitary places, the circulating and the narrative, led to the field through an open method of qualitative-exploratory delineation with anthropological-ethnographic bias, inserting the researcher in the field in order to seek and understand the affective and subjective dimensions of the relationship between each person and their places, through derives and circulations with the informants through the city. This set of experiments has been registered in audio and photographs, providing a sample of information of the narratives present in the relationship between the people and the urban environment. This enabed the synthesis of three concepts named position-reference, historical-relational and use-practice, contexts used as a readout system that involves free decoding of the spaces that emerge from this emotional geography, forming a complex, sensitive and subjective proposal. This proposal aims to read the construction of identitary places in the urban environment of the cities. ¶ Keywords: Urban environment, identity, place, derives, narratives. 


Dissertação defendida em 22 de Agosto de 2014, para obtenção do título de mestre em Ambiente e Desenvolvimento pelo Centro Universitário UNIVATES. Disponível em https://www.univates.br/bdu/handle/10737/725.